quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Amilton Alexandre (o Mosquito) Blogueiro que denunciou estuprador (Sirotsky) é encontrado morto!

Amilton Alexandre (o Mosquito) Blogueiro que denunciou estuprador (Sirotsky) é encontrado morto!O blogueiro Amilton Alexandre, o Mosquito, de 52 anos, foi encontrado morto dentro seu apartamento, em Palhoça (SC), na tarde desta terça-feira,13. Amilton era o titular do blog Tijoladas do Mosquito, que se tonou conhecido nacionalmente, em junho de 2010, por ser o primeiro a denunciar o caso de estupro envolvendo um menor herdeiro da Famiglia Sirotsky, controladora do complexo mafiomidiático RBS. O enterro aconteceu nesta tarde, no Cemitério São Francisco de Assis, em Florianópolis.

Amilton havia encerrado as atividades de seu blog no último dia 9, para cuidar de “problemas de saúde e outras dificuldades”. A polícia catarinense ainda investiga as circunstâncias da morte do blogueiro.
Cloaca News
Fonte: http://profdiafonso.blogspot.com/

4 comentários:

Anônimo disse...

Beleza Provos!
Muito estranho isso aí não? O caso não andou na justiça de Florianópolis, e o moleque estuprador contianuará por aí praticandos essas crueldades, agora o cara se matou é duro de engolir não?
No Brazil só os poderosos estão livres, e nem adianta os livros agora para denunciar as falcatruas que eles realizaram contra o nosso país.

Breda-Garça

DiAfonso disse...

É, caro editor do Provos Brasil,

Também acho estranho. Resta perguntar que problemas de saúde eram esses e por quais dificuldades o Amilton passava.

Abs!

Coletivo KRISIS disse...

[tio.taz] e a grande mídia, ó!

silencio que estamos numa democracia!

no braziu é assim, tudo em torno do saco. Ou voce puxa, ou voce mora atrás. Quem chuta, paga por.

inferno!!!

Provos Brasil disse...

Obrigado pela visita!

Meus amigos estou pensando o mesmo que vocês, não temos provas para tal, mas é isso mesmo, e cá entre nós, isso não nos deve impressionar porque acontece a todo instante no Brasil, só não vê quem não quer, tipo o Estado, a Justiça e os Ministérios Públicos espalhados por esse Brasilsão afora.

Quem tiver a oportunidade procure o livro da Natalia Viana “Plantados No Chão”, que verá um pouco disso sem cortes.

Provos Brasil